29.8.06

Agenda: Perdidos

Gosto de me sentir perdido ao serão. De ver a ilha sem serenidade, nem harmonia, nem falanstérios. De desperceber tudo no episódio seguinte. De compreender que aquilo que se chama de «densidade psicológica» é uma citação contínua do tema kierkegaardiano da «decisão como loucura». De me fascinar por alguém que morrerá nos minutos seguintes. De esperar que a RTP não se ponha de novo a alterar os horários estabelecidos.

Perdidos: esta semana, na RTP, a reposição integral da 2ª série. Algures entre as 22h. e as 3h.