27.7.06

Poesia pegajosa

A poesia é feita em espiral. No centro, três ou quatro palavras essenciais. Ditas ou não ditas. Herberto Helder, num conto que abre Os Passos em Volta, fala do estilo como a capacidade de fazer girar a escrita em torno de algumas palavras fundamentais. De preferência substantivos, acrescento. Coisas que se transformem em feixes de energia e tornem o mundo um lugar mais habitável. Adjectivos, só com muito cuidado. Beleza, não. Tristeza, também não. Amor, nunca.