22.4.06

Porque hoje é Sábado

Ele acordou e viu que o dia não tinha amanhecido. Calçou os chinelos, comeu a sua dose matinal de cereais, vestiu-se sem tomar banho. Abriu a porta e deixou entrar o fumo negro que lá fora se acumulava. «A noite desfez-se e inundou tudo», pensou. Voltou para a cama e esperou pacientemente que o fim do mundo passasse.