23.4.06

Do PREC, hoje

PRECManhã feliz: acordo com um café reforçado e com o surpreendente prefácio de Gonçalo M.Tavares a "Os Dias Loucos do PREC", de Adelino Gomes e José Pedro Castanheira. Fala da fisionomia do tempo, da ideia de revolução, do acto de perceber e do acto de julgar. E, ainda, do perigo, do lugar da excitação na narrativa historiográfica, da musculatura específica dos slogans. Corram.